Temos pressa. Pressa no trânsito que não anda. Pressa pro fim de semana chegar. Pressa para conquistar os nossos sonhos. Pressa para terminar de ler essa newsletter logo. Vivemos pensando no futuro o tempo todo, o que acaba dando espaço para aquele tão inconveniente sentimento de ansiedade criar raízes dentro de nós.

Além de se transformar em um problema psicológico, a ansiedade ainda nos ajuda a fazer constantes comparações com as pessoas ao nosso redor. Quando será que também terei a minha própria casa? Quando será que vou encontrar um amor, ter dois filhos e um cachorro? Quando terei a minha independência financeira? E agora além de nos compararmos com quem a gente conhece, caímos no buraco perigoso de fazer as mesmas comparações com pessoas que nem sequer sabemos direito da vida nas redes sociais.

É um pouco frustrante ver os outros vivendo os sonhos que você queria viver, eu sei. Ô, se sei. Digo por mim quando falo que tenho pressa para as coisas na 2BeeKind darem certo (mesmo que eu ainda não saiba direito o que seria dar certo). Sonho em produzir conteúdo pago com marcas legais e que acredito, sonho em poder levar minha arte e colagens pra mais gente, ter recursos financeiros para explorar o mundo e mostrar tudo pra vocês. Nestes momentos, me esqueço completamente de tudo que já conquistei em tão pouco tempo. Prefiro focar em como ainda estou distante do que ainda quero alcançar. Coloco o óculos da inconformidade e fico rodando em círculos, porque essas lentes só permitem que você foque no problema e não em como tentar resolvê-lo. E aí preciso me lembrar de algo que eu e Renato Russo também já dissemos pra vocês em uma newsletter do ano passado: temos nosso próprio tempo.

E é isso mesmo. Não dá pra medir a vida dos outros com a nossa régua. As conquistas financeiras de quem tem a mesma idade que você podem ter sido auxiliadas por uma família que teve condições de proporcionar aquilo. Ou vai ver a pessoa só focou em coisas diferentes mesmo. Não guardou dinheiro para investir em uma viagem, mas pra comprar um carro. Talvez ela tenha a estabilidade e benefícios de um trabalho CLT que muitos empreendedores como eu não possuem. E talvez essa mesma pessoa tenha vontade de ter a vida igual a sua e ter conquistado as mesmas coisas que você. Seria cômico se não fosse trágico.

Já que não temos um botão para desligar a nossa cabecinha ansiosa, podemos ao menos tentar lembrar que a felicidade só é plena quando a gente é feliz no processo. Quando não vivemos apenas esperando dar 18h ou a sexta-feira chegar. É importante e essencial pensar no futuro, mas sem negligenciar o presente. Entender que o que vai determinar o amanhã é o hoje. E existe alguma coisa que você pode fazer melhor HOJE? Se você nem sabe por onde começar, tentei separar alguns conselhos que tento aplicar na minha vida.

1. Importante x Urgente
O que te deixa mais realizado a longo prazo: fazer algo que é urgente ou fazer algo que é importante? A resposta sempre será “fazer algo que é importante”. As coisas urgentes precisam ser feitas, mas o que vai te deixar realmente feliz é fazer aquilo que é importante pra você. Tente não deixar com que as urgências roubem o lugar das coisas importantes, como aquela sua aula de idioma ou o seu horário de atividade física. Imprevistos acontecem, mas não devem virar rotina. Quando tudo é urgente, nada é urgente. Dica de leitura: Essencialismo – Greg McKeown.

2. O exercício físico te mantém no presente
Concentrar-se na sua respiração e no movimento que você está fazendo é uma ótima técnica para se sentir “aqui e agora”. Esse é o melhor momento para você liberar a sua mente de todas as outras preocupações e só pensar no seu corpo. Afinal, se você quer ter um bom futuro, precisa cuidar dessa sua “casa” que sempre estará com você.

3. Saboreie as suas vitórias
A gente comemora muito pouco as nossas pequenas (e grandes) vitórias. Talvez seja por isso que a inconformidade surja tão rápido no nosso coraçãozinho. Aquele sentimento de que nada é o suficiente e de que você precisa de uma nova meta. Para isso não acontecer, dê mais ênfase para as suas conquistas. Divida-as com as pessoas especiais ao seu redor. Escreva em um papel, em uma listinha de gratidão diária. Faça um post. Tire print dos elogios profissionais (ou pessoais) que você receber e salve em uma pastinha que você possa revisitar depois. Pequenos exercícios como esses vão estender esse sentimento maravilhoso que é o de se sentir vitorioso.

Como vivemos nossos dias é como passamos a nossa vida. E já diria o João Doederlein, do @akapoeta: pressa é achar que não temos tempo de olhar pros lados, e esquecer que o bonito da vida está justamente em poder olhar pros lados. O que você tem feito hoje colabora com a vida que você quer criar para você? Espero que você pense nessa pergunta com carinho e sem pressa essa semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Menu
× Estamos online!